Call Center…

Esses dias estou me sentindo uma call center, estou vendo o quanto é difícil a vida desses profissionais…

 Por conta do meu trabalho estou tendo que ligar pra 30 Municípios pra pedir algumas informações, ligo para Delegacias e batalhões, calculem 60 pessoas no qual tenho que falar.

É muito ruim ligar pros Interiores do Amazonas, a maioria demora muito a atender, muitos não sabem informar nem o nome do Prefeito, tenho que pedir as informações pra fazer um relatório que os ajudaria, mas a metade do questionário fica sem resposta não sabem quase nada do interior onde trabalham…

Meu ouvido já está doendo daquele “tuuuumm tuuuummm tuuummm” a minha cabeça já está doendo de tanto ligar pra pedir informações, passo 20min com cada pessoa, mas dependendo do tanto de reclamações que ele tiver, imaginemmmm…

Agora sei o quanto call center sofre. Ainda bem que isso só acontece uma vez por ano comigo, mas mesmo assim é muito, muito estressante!

Como é difícil manter um “Bom Dia”.

Tem dias que você acorda tão bem e logo pensa: Hoje será um bom dia!

Mas ao chegar ao trabalho, o seu/sua colega de trabalho parece o “estresse” em pessoa, além de estúpido tenta lhe queimar com o chefe. Esse é o primeiro passo pra lhe tirar o bom humor e paciência. Porém você olha pra um lado pro outro e pensa “Hoje será um bom dia, o problema dele (a) não é comigo”. Tudo pra conseguir manter a calma e o dia feliz.

Seu chefe passa um milhão de coisas pra fazer, você monta o seu PlayList e começa a trabalhar ao som de “ADELE”, tudo vai bem, até que o seu/sua colega de work resolve lhe dar outra patada por conta da impressora, pelo simples fato de você dizer: “Preciso imprimir uns documentos pela sua impressora, quando eu puder ir aí, me avisa?”… E recebe um “AH, VAI TER QUE ESPERAR, QUANDO DER VOCÊ OLHA E BLÁ BLÁ BLÁ” (isso, gritando mesmo)… Você olha pra pessoa e pensa “Jesus não me deixe cair em tentação, não quero ser estúpida (o) também”, esse foi o segundo passo para começar o seu estresse. Hoje é o dia da LUTA, luta contra si mesmo, vencer a sua parte humana que logo agiria da mesma forma, com grosseria e estupidez, mas você tomou a decisão de não se deixar levar pelo estresse alheio, resolveu deixar a paz de Deus habitar, tem coisa melhor? – Não, não tem. Porém é tão difícil agüentar essa falta de respeito, né? Mas a recompensa será maior depois, e seu dia será lindo, mesmo tudo conspirando contra!

Meu Muro.

Construí esse muro sozinha.

Foi feito de sangue e choro ao som de falsas promessas. Pintado à mão. Minha mão trêmula.

Necessitei das pontas dos meus pés em alguns momentos. Muito alto. Cada vez mais alto.

Fui deixando pessoas durante a construção. Esmaguei muitas entre uma defesa e outra. Entre um tijolo e outro.

Aprendi a me equilibrar nos inacabados e descartei com a maior frieza os mais pesados. Sempre fui fraca. Minha força de menina não suporta tanto.

Tentei abandoná-lo por diversas vezes. Mas sempre surgia uma mágoa nova pra se acomodar em meus destroços.

Tentaram derrubá-lo. Eu tentei também. O irônico é que ele crescia cada vez mais sem eu nem perceber. Quando dei por mim, não enxergava nada do outro lado.

Virou obsessivo esse negócio de proteção. Essa válvula de escape crescente e indecente. Perdi o controle dos meus sonhos. Me infiltrei em contos de fadas. Massacrei mocinhos e mocinhas com a simplicidade de um toque. Nem senti.

Esqueci como é confiar nas pessoas. Fui me defendendo com tantas garras, me escondendo com tanto afinco, que não me lembro mais o que é sossegar no colo de alguém de olhos fechados.

Cada vez mais só. Só eu e o meu muro.

Se a minha solidão fosse só minha talvez fosse mais fácil.

(Lara Gay)  Fonte: http://eraazulevoava.blogspot.com/2011/08/meu-muro.html

PS: (Um texto bonito, com um sentimento triste. Sei bem como é o muro, construí vários).

Democracia, o direito livre de opinar.

Por Camila Suzan – JSB-AM #MovOrigem Fonte:  http://wp.me/1AaIQ

“Minha luta é por uma sociedade democrática livre, onde todas as pessoas vivam juntas em harmonia ecom oportunidades iguais.” Nelson Mandela.

O cidadão brasileiro tem na democracia o poder da liberdade de expressão, este direito constitucional possibilita a sociedade civil organizada defender seus pensamentos ideológicos em encontros, seminários, conferências ou audiências públicas.

O ato de falar ou contestar percepções e metas da administração pública, que a nosso ver não objetivam alcançar a grande massa popular manauara, é um direito de qualquer cidadão e principalmente de nós membros da Juventude Socialista Brasileira.

Falar e contestar não são sinônimos de “bagunçar” e sim essência de valor do sentido democrático, este sentimento de liberdade é a mais pura expressão da cidadania. Nós, antes de sermos membros da JSB, somos cidadãos, e não vamos nos calar diante dos poderosos que acham que o povo deve apenas concordar com seus planos e projetos hermenêuticos. O povo e a juventude é quem devem dizer o que é melhor para a sociedade e os jovens de Manaus.

Enquanto existir democracia existirá também cidadania, e nós estaremos presentes em todos os espaços públicos de Manaus para lutarmos por este direito constitucional.

Foto: Márcia Rebeca

Nem tudo é fácil

É difícil fazer alguém feliz, assim como é fácil fazer triste.
É difícil dizer eu te amo, assim como é fácil não dizer nada
É difícil valorizar um amor, assim como é fácil perdê-lo para sempre.
É difícil agradecer pelo dia de hoje, assim como é fácil viver mais um dia.
É difícil enxergar o que a vida traz de bom, assim como é fácil fechar os olhos e atravessar a rua.
É difícil se convencer de que se é feliz, assim como é fácil achar que sempre falta algo.
É difícil fazer alguém sorrir, assim como é fácil fazer chorar.
É difícil colocar-se no lugar de alguém, assim como é fácil olhar para o próprio umbigo.
Se você errou, peça desculpas…
É difícil pedir perdão? Mas quem disse que é fácil ser perdoado?
Se alguém errou com você, perdoa-o…
É difícil perdoar? Mas quem disse que é fácil se arrepender?
Se você sente algo, diga…
É difícil se abrir? Mas quem disse que é fácil encontrar
alguém que queira escutar?
Se alguém reclama de você, ouça…
É difícil ouvir certas coisas? Mas quem disse que é fácil ouvir você?
Se alguém te ama, ame-o…
É difícil entregar-se? Mas quem disse que é fácil ser feliz?
Nem tudo é fácil na vida…Mas, com certeza, nada é impossível
Precisamos acreditar, ter fé e lutar
para que não apenas sonhemos, Mas também tornemos todos esses desejos,
realidade!!!

Cecília Meireles

CANTO A MIM MESMO

Estão todas as verdades
À espera em todas as coisas:
Não apressam o próprio nascimento
Nem a ele se opõem;

Não carecem do fórceps do obstetra,
E para mim a menos significante
É grande como todas.
Que pode haver de maior ou menor do que um toque?

Sermões e lógicas jamais convencem;
O peso da noite cala bem mais
Fundo em minha alma.

Só o que se prova a qualquer homem ou mulher,
É o que é;

Só o que ninguém pode negar,
É o que é.

Um minuto e uma gota de mim
Tranqüilizam o meu cérebro:

Eu acredito que torrões de barro
Podem vir a ser lâmpadas e amantes;

Que um manual de manuais é a carne
De um homem ou de uma mulher;

E que num ápice ou numa flor
Está o sentimento de um pelo outro,

E hão de ramificar-se ao infinito,
A começar daí­,
Até que essa lição venha a ser de todos,
E um e todos possam nos deleitar

E nós a eles.

Walt Whitman